Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

anagoncalvesreikivivernaluz

Prestamos serviços, formação e voluntariado em : Reiki, karuna, Cristaloterapia, Meditação, Terapia de regressão, Psicologia Clínica, Acupunctura,Reflexologia, Osteopatia, Homeopatia, Naturopatia...

anagoncalvesreikivivernaluz

Prestamos serviços, formação e voluntariado em : Reiki, karuna, Cristaloterapia, Meditação, Terapia de regressão, Psicologia Clínica, Acupunctura,Reflexologia, Osteopatia, Homeopatia, Naturopatia...

Mandalas


Refere-se ao diagrama simbólico de uma mansão sagrada, o palácio de uma divindade meditativa, “a dimensão pura da mente iluminada”. Geralmente, as mandalas são pintadas, representadas tridimensionalmente em madeira, metal ou construídas com areia colorida sobre uma plataforma. Neste último caso, a mandala é desfeita após algumas cerimónias e a areia é jogada num rio próximo, para que as bênçãos se espalhem. A dissolução de uma mandala serve também como exemplo de impermanência.


As mandalas são muitas vezes constituídas por uma série de círculos concêntricos, cercados por um quadrado que, por sua vez, é cercado por outro círculo. O quadrado possui um portão no centro de cada lado, o principal voltado para o leste, com outras três entradas em cada ponto cardeal. Eles representam entradas para o palácio da divindade principal e são baseados no desenho do templo indiano clássico de quatro lados. Tais mandalas são plantas elaboradas do palácio, visto de cima. Os portais, porém, muitas vezes são “deitados”, assim como os muros externos. Estes portais são elaboradamente decorados com símbolos tântricos. A arquitectura da mandala representa tanto a natureza da realidade como a “ordem de uma mente iluminada”.